segunda-feira, junho 03, 2013

Carta aberta a Elio Maia



Li as duas mais recentes entrevistas do senhor Elio Maia, primeiro ao Diário de Aveiro e depois ao Jornal de Notícias, e fiquei incrédulo: o senhor Elio Maia defende os seus dois mandatos, porque no seu entender, quem não tem dinheiro, não tem vícios e foi por isso mesmo que não fez mais obra!


Senhor Elio, eu sei que lê este blogue, por isso, peço-lhe que, de uma vez por todas, entenda o seguinte: o problema maior dos seus dois mandatos, não foi a falta de obra significativa! Não, nada disso. O problema maior dos seus dois mandatos foi não ter realizado obra, mas acima de tudo, foi não preservar aquilo que existe, foi não fazer o mínimo que se exige a uma Câmara: cuidar da cidade e das suas freguesias! O seu pecado mortal foi ter permitido que Aveiro chegasse ao estado que apresenta: buracos e mais buracos nas estradas, destruição do Parque Municipal, abandono do Canal de São Roque, demolição do «Drinks», desrespeito total pela tradição aveirense (veja-se o escândalo dos moliceiros amputados), destruição das piscinas do Beira-Mar, abandono quase por completo do projecto das Bugas, etc, etc.

Senhor Elio: eu até posso entender que não tenha feito mais obra por questões de índole financeira – embora a desculpa da herança do Dr. Alberto Souto já comece a cheirar mal – a questão é que os seus dois mandatos foram muito maus por muitas outras razões: falta de liderança, ausência de ideias, falta de um projecto credível e de pessoas competentes!

Senhor Elio: os aveirenses condenam literalmente o seu trabalho porque Aveiro andou para trás! Senhor Elio: Aveiro está ao abandono e é por isso que não o queremos como presidente da Câmara! Será que lhe custa entender isto? Pare, por favor, de continuar com o discurso que recebeu muitas e pessoas no seu gabinete nos primeiros tempos do seu primeiro mandato, pare de fazer crer que o seu trabalho foi o trabalho de um mártir, pare de nos fazer passar por lorpas! O senhor Elio devia era dizer que, ao fim de oito anos, conseguiu, sem obras significativas, ter uma Autarquia que em termos financeiros nem sequer tem dinheiro para alcatroar uma simples rua! Como é isto possível, ao fim de oito anos, senhor Elio?

Senhor Elio: foram os próprios partidos da Coligação que chegaram a esta conclusão! Foram os próprios partidos da Coligação que decidiram prescindir dos seus serviços! Bolas, toda a gente em Aveiro acha que o senhor Elio não serve para ser presidente da Câmara do nosso concelho de Aveiro!!! Mais: o anunciado candidato de direita, Ribau Esteves, já veio dizer que um dos objectivos da sua candidatura é recuperar a Autarquia aveirense em termos financeiros!

Senhor Elio: o senhor não fez obra significativa, e isso, eu até vou continuar a compreender, o problema é que a partir do momento em que quis fazer obra, optou por obras completamente estúpidas e desnecessárias! O senhor julga que os aveirenses se esquecem da «rábula da ponte do Canal Central? O senhor acha normal que uma Câmara que nada fez de relevante durante oito anos, queira agora avançar com parques de estacionamento completamente despropositados? O senhor, que entra para a história como o presidente da Autarquia que menos fez pela preservação do espaço urbano, consegue explicar como é que agora se avança para a construção de uma ponte que atravessa o Parque Municipal à Baixa de Santo António? Que prioridades são estas, senhor Elio?

Senhor Elio: termine o seu mandato com o máximo de dignidade possível, e terminar dignamente o seu mandato, é tentar ir a tempo de pôr fim à vergonha dos moliceiros amputados (comece por retirar o moliceiro instalado no Largo Fonte Nova, mesmo em frente ao seu gabinete!), é abandonar o projecto dos parques de estacionamento, é tentar acabar a obra de requalificação do Alboi, é não permitir mais esplanadas em cima de passeios, é receber todos aqueles que trouxeram para Aveiro dois títulos nacionais (Alavarium e Esgueira), é tentar arranjar o máximo de ruas possível e é ter a seriedade necessária para reconhecer que esteve sempre muito mal rodeado.

Uma palavra final para as suas recentes «indirectas» à candidatura de Ribau Esteves: concordo consigo quando dá a entender que Aveiro não necessita de um «estrangeiro», sobretudo se esse «estrangeiro» for alguém que ao longo do tempo até foi enviando algumas «farpas» a Aveiro e aos aveirenses, mas senhor Elio, lembro-lhe que, querendo nós o melhor para Aveiro, até somos capazes de desculpar isso se um dia Ribau Esteves conseguir fazer na nossa cidade o que fez em Ílhavo: termos um centro urbano asseado e preservado! É o mínimo que desejamos para Aveiro! Uma cidade com boas ruas, sem sinais de desleixo, com ciclo vias, zonas verdes bem cuidadas e, acima de tudo, com eventos, dinâmica, ideias e projectos que possam elevar Aveiro à real condição de Capital de Distrito! Queremos um Teatro Aveirense com a programação ao nível do Centro Cultural de Ílhavo, queremos um recinto de feiras que não suspenda a Agrovouga e que não transforme aquela que era uma das maiores feiras de artesanato do país, num simples amontoado de barracas no Rossio! Queremos uma praia de São Jacinto requalificada, ao jeito do que vimos ser feito na Costa Nova ou na Barra. Queremos uma Autarquia que apoie o SC Beira-Mar e os restantes clubes que diariamente têm centenas e centenas de jovens a praticar desporto, como a Câmara actual de Ílhavo apoia, por exemplo, o Gafanha ou o Illiabum. São só alguns exemplos…

Não estou com isto a dizer que vou apoiar Ribau Esteves, ou que as próximas eleições não têm um candidato melhor, quero apenas dizer que, se por acaso, Ribau Esteves vier a ser presidente da nossa Câmara, vamos, com toda a certeza, ficar muito, muito melhor. Não tenho duvidas.

Senhor Elio: não me leve a mal, mas medite nestas minhas palavras, que, humildemente, julgo reflectirem a opinião de muitos, muitos aveirenses. Aveiro, ao contrário do que diz, não está hoje melhor comparativamente com o que tínhamos há oito anos atrás. Aveiro está esburacada, desmazelada, feia e com obras que arrancaram e nunca mais terminam. Esta verdade não pode ser escamoteada.

Se por acaso, estiver eu a esquecer-me de coisas importantes, não tenha pejo em contactar-me! Mas julgo que não, que não estou a ver mal as coisas…

Cumprimentos,
Pedro Neves

18 comentários:

Anónimo disse...

Caro Pedro Neves,

É esse, precisamente, o sentimento de muitos aveirenses, a esmagadora maioria, com toda a certeza.

Aveiro merece muito melhor e esse "motor" (Élio Maia) só tem 600 de cilindrada e gripa frequentemente.

Anónimo disse...

Senhor Pedro Neves:

Esta carta aberta com todas as verdades expostas faz todo o sentido para muitos Aveirenses que não gostam do que se passa na nossa Cidade desde há oito anos.
Incompetência, arrogância, muita demagogia, falta de visão que raia o ridículo, INDIFERENÇA POR MUITOS foram o prato forte!
Querer impor-se, a todo o custo, mais quatro anos a este concelho é de uma enorme falta de humildade e de quem está obcecado pelo poder!
Um pouco de reflexão fazia muito bem a muitos "políticos" do actual sistema, desde que para isso tivessem a "capacidade" necessária!


Anónimo disse...

Senhor Pedro Neves: esta sua perseguiçao ao presidente começa a ser ridicula. Pense nisso.

João Francisco disse...

Aveiro vai precisar de alguém que olhe para o futuro.
Que pense a cidade, e desenvolva estratégias a curto e médio prazo.
Aveiro precisa ser um Pólo de desenvolvimento.
Aveiro tem que ser protagonista, e não ficar por um secundaríssimo lugar, onde os pacóvios pululam.
Aveiro tem que estar na linha da frente com os carros elétricos e tudo que seja alternativo aos combustíveis fósseis.
Aveiro tem uma boa exposição solar
. Aveiro é uma cidade plana Aveiro.
Aveiro é um polo natural de atração turística.
Aveiro precisa só, potenciar, atrair e de inovar.
Aveiro não precisa de pacóvios, chicos espertos, bonacheirões, fura-vidas aldrabões, e de maçons falidos a estrabouchar.
Aveiro precisa de um Presidente sério.
O que se passou nos últimos anos em Aveiro foi folclore ao mais baixo nível, em que ninguém sai bem na fotografia para memória futura.

Anónimo disse...

"Senhor presidente e acólitos, esta vossa perseguição a Aveiro começa a ser ridícula. Pensem nisso"

Paulo Freire disse...

"Senhor Pedro Neves: esta sua perseguiçao ao presidente começa a ser ridicula. Pense nisso."
Não vi nada de ridículo, se alguém vê, é porque não é de Aveiro e não sofre no dia a dia com as más opções de quem está no comando da Cidade. Eu sou de Aveiro, eu sinto na 1ª pessoa as preocupações aqui expostas. E dou o nome ao manifesto.

Anónimo disse...

MESMO SABENDO QUE NÃO VOU VER ESTE COMENTÁRIO PUBLICADO, NÃO RESISTO A ENVIÁ-LO. É QUE ESTA CARTA ABERTA, DEPOIS DE LIDA, DEIXA AMARGO DE BOCA. NÃO PELO CONTEÚDO, MAS PELA FORMA. ESTE É UM EXEMPLO EM COMO UM TEMA FORTE PODE FICAR ESTRAGADO PELO USO DE UMA SINTAXE DEPLORÁVEL E DE UMA NARRATIVA ENJOATIVA.
PS APRENDA GRAMÁTICA E SEJA ASSERTIVO.

Gary lineker disse...

Bom texto, os meus parabéns.

Um ja esta, faltam dois!!

Abraço!

Anónimo disse...

sim, sim é a "sintaxe" ... lol

Anónimo disse...

"Mesmo sabendo que não vou ver este comentário publicado"!...
"Amargo de boca", "Tema forte pode ficar "estragado" pelo uso de uma sintaxe deplorável", "Narrativa enjoativa"???

-Neste País de "novos ricos, gente fina e culta, "políticos" que se "exprimem muito bem respeitando todas as regras gramaticais" mas que falam para "dentro" não é de admirar que apareça, de vez em quando, alguém do POVO que fala para o POVO!
-Se fica enjoado (ou doeu-lhe?), snr anónimo das 8.31, tem uma solução:
EMIGRE, siga o conselho que o actual "primeiro-ministro" deu a muitos Portugueses!....

Anónimo disse...

Sr. Pedro Neves

Educação precisa-se...

Anónimo disse...

Senhor Pedro Neves

Concordo a 100 por cento com o que diz na sua carta. Acho que expressa perfeitamente o que os Aveirenses sentem.
Só lhe acrescento um pormenor que lhe deve ter escapado:
A VENDA DOS SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS Á ADRA FOI O MAIOR CRIME QUE ESTE IMBECIL COMETEU.
OS AVEIRENSES ESTAVAM BEM SERVIDOS E NÃO PRECISAVAM DA ADRA PARA NADA, A ADRA É QUE PRECISAVA DOS SERVIÇOS PARA FUNCIONAR E BASTA PERGUNTAR A QUALQUER TRABALHADOR QUE PERTENCIA AOS SERVIÇOS ONDE É QUE FAZEM SERVIÇO.
ESTÃO AO SERVIÇO DE ÍLHAVO E ARREDORES.
E AINDA POR CIMA VENDEU POR 10 O QUE VALIA CEM.
PODIA TER LIQUIDADO A DIVIDA DA CAMARA SE AO MENOS SOUBESSE VENDER.
Digo isto porque sei do que falo.
Mais uma vez parabéns pela sua carta.

Anónimo disse...

Ao anónimo das 2:12.
A partidarite, quando é excessiva, mostra o rabo do gato que está escondido. Disse e mantenho que o texto do sr Pedro Neves tem uma sintaxe deplorável e uma narrativa enjoativa. Quer um exemplo? Não as contei em pormenor, mas as vezes que o sr Pedro Neves utilizou a expressão "Senhor Élio" foram tantas que não chegam os dedos das mãos para as contar. Isto não é enjoativo?
Ah. E já agora, tal como têm feito os políticos que nos têm (des)governado, não "encha a boca" a falar em nome do POVO.

Anónimo disse...

Ao Anónimo das 7:14

Concordo plenamente: "Narrativa enjoativa". E o facto de fazer questão de tratar alguns politicos por Dr's outros por Sr's... Despeito?

Miguel Araújo disse...

Caro Pedro.
Não vou contestar o teu texto porque ele reflecte a tua opinião, concorde-se ou não.
Nem vou entrar em questões político-partidárias, nem "acorrer" em defesa de A ou B porque não fui, nem quero ser mandatado para tal.
Mas queria apenas deixar-te uma nota em relação a alguns pormenores que referes no teu texto e que estão relacionados com "obra".
De certeza que ainda não tiveste oportunidade para passar no Alboi, ver a parte sul da Baixa de Sto. António, o Parque está no estado em que ficaria qualquer obra de reabilitação (importa esperarmos para ver no que resulta... e não me refiro à ponte), a Casa da Sustentabilidade, o Parque dos Amores (no extremo do Parque), a recuperação das capelas Sto. António e S. Francisco (junto à PJ).
Já há resultados que podem ser vistos.
Não estou a justificar nada, apenas a observar algumas das questões que levantaste.
Abraço

Anónimo disse...

O Alboi foi preparado para levar mais umas esplanadas, a grande especialidade do Élio

Anónimo disse...

Porque será que os habitantes do Alboi não estão satisfeitos???

Fica a pergunta!...

Daniel Silva disse...

ABAIXO ESSE ANTI BEIRAMARENSE!!!