domingo, julho 22, 2018

Tasquinhas de Cacia


As Tasquinhas de Cacia mudarem este ano de local. Mais vale tarde do que nunca. Fazer um evento destes com milhares de pessoas em cima de um jardim, não fazia sentido. Parabéns pela decisão.

Festival dos Canais


Dá ideia que veio para ficar. E este ano, o programa foi bem melhor do que nos últimos anos. Ainda assim, duas notas:

- muito fraca divulgação. À semelhança de outros eventos - a Feira de Março, por exemplo - faz-se uma conferência de imprensa uns dias antes e pouco mais. O Festival dos Canais tem que «sair» de Aveiro. Como é possível que alguém que chegue a Aveiro de comboio, não tenha que «levar» com promoção ao evento?

- O orçamento. Ouvir o responsável pela programação do Festival na televisão dizer que o orçamento do Festival foi de 90 mil euros, só pode ser para rir. 



O novo jardim da Gulbenkian


A intervenção melhora o espaço, as crianças têm onde brincar. Boa intervenção, mas...
A relva foi plantada, cresceu e durante muito tempo ninguém a foi cortar! Um jardim novo! Que manutenção é esta que a nossa Câmara faz à cidade? Depois, e coincidência ou não, depois da aveirense Carla Greno ter escrito e publicado no Facebook umas linhas sobre o estado da relva, eis que os senhores da Câmara lá a foram cortar. Está melhor, mas é preciso regar aquilo, meus senhores. E, ou me engano muito, ou um espaço novo, que devia ficar impecável, nunca o vai ficar. Mas pronto, está tudo bem, é assim que se trabalha. Sem exigência. Sem asseio. Sem intenção de tudo darmos pela imagem de Aveiro.


Ainda a Avenida...vão gozar com a tia deles, pá!


Peço desculpa por voltar ao tema, mas o assunto é tão ridículo, tão vergonhoso, tão inacreditável...que tenho que voltar a escrever sobre o mesmo! 

Há mais de dois meses, escrevi, aqui no Aveiro Sempre, a vergonha que constituía a falta de tracejados pintados na Avenida Doutor Lourenço. Não é a única, aliás, a grande maioria das ruas e avenidas de Aveiro não o têm, mas, sendo a principal artéria da cidade, a vergonha é ainda maior. Feito isto, uns dias depois, constato que a Autarquia dá início à pintura dos tracejados, mas, para espanto geral, a pintura ficou limitada ao troo entre o túnel da CP e a Rua Engenheiro Von Haff! 
Mas o que é isto? Que VERGONHA é esta? Mas estão a gozar com quem? E se fossem gozar com a tia ou com a priminha deles? Basta! Pintem lá a merda dos tracejados e deixem-se de ser ridículos e incompetentes. Ou querem fazer-me acreditar no que me disseram e que não há dinheiro para a porcaria da tinta? 



quarta-feira, julho 11, 2018

A destruição do Rossio não pode avançar!

Não. Não quero acreditar que Ribau Esteves não volte atrás e que mantenha a intenção de destruir o Rossio. A reação dos aveirense foi extraordinária, deixando bem claro que o Rossio tem que ser verde e sem parque de estacionamento! Não quero acreditar! Ou estaremos na presença de alguém que se julga dono da razão sempre e sempre e sempre?



A mim, o que me choca é nada fazer-se, por exemplo, para acabar com os arrumadores do Rossio e surgirem estes projetos megalómanos! A mim o que me envergonha é ver a cidade de Aveiro com espaços de relva por cortar há meses e depois ter que gramar com intenções destas? A mim, o que me chateia é ver uma Rua João Mendonça (canal central) com um passeio de meio metro para os milhares de turistas que ali passam e depois ter que ouvir um presidente da câmara defender o que nao tem defesa possível?

Mas repito: estou crente que isto de transformarem o Rossio em não sei o quê, não vai avançar. E mesmo que o senhor presidente da Câmara «mantenha a sua», acredito que os aveirense não vão deixar.

Senhor Ribau, há tanta coisa para cuidar em Aveiro, deixe lá ideias estupidas e sem sentido algum! Olhe, acabe, por exemplo de pintar o tracejado da Avenida Doutor Lourenço Peixinho e anuncie obras de qualificação de mais uma série de ruas de Aveiro! E tenha juizo.

PS: Já agora, porque é que o arquiteto que seria o responsável pela «obra do Rossio» é o mesmo que «ganhou o concurso» de outras obras ilhavenses? 

terça-feira, junho 12, 2018

Há mais de um ano a construir...duas simples rotundas!

Uma VER-GO-NHA! Repito: uma vergonha!
Uma «porcaria» de duas rotundas e nunca mais terminam a obra! Há um ano a faltar ao respeito a quem ali vive e a quem ali passa todos os dias!

Refiro-me às obras de construção de duas rotundas na «109», em Cacia, já perto da ponte sobre o Rio Vouga!

Quando ali passo, fico com uma revolta...como é possível trabalhar-se assim? Que exigência é esta? Amigos...falamos de duas simples rotundas. Ou estamos a «engonhar» para a inauguração das duas rotundas acontecer com pompa e circunstância na mesma data da inauguração da nova fábrica da Navigator?

Não há respeito NENHUM por nós, simples cidadãos de Aveiro...


sábado, junho 09, 2018

E é isto!

Percorro a pé toda a estrada de São Bernardo, passando pela Costa do Valado  até ao entroncamento com a estrada nacional que liga Aveiro a Oliveira do Bairro e constato que mais de 70% das paragens de autocarros da AveiroBus (é assim que se chama, não é?) não têm um abrigo, um banco para os clientes. O autocarro tem uma marcação na estrada e pronto!


E depois, quando há uma paragem coberta, o estado da mesma é lastimoso. Amigos, como se já não bastasse o preço exorbitante dos bilhetes, ainda temos este desprezo total pelos utentes e pelos aveirenses. Serviço ao cliente do melhor que podemos ter! 



sábado, junho 02, 2018

O que fazer ao Rossio?


Nem sequer vou pela discussão se gosto ou não gosto do projecto apresentado para o «novo» Rossio. Sinceramente, uma praça ao género do Terreiro do Paço, em Lisboa, não me choca, agora, o que para mim é relevante é a pertinência da obra!
O Rossio tem que sofrer uma intervenção? Tem. Mas será necessário uma remodelação total? Será que Aveiro não tem outras prioridades? 
Porque não se preocupa o nosso presidente em resolver a situação dos arrumadores no Rossio? Porque não se limita a fazer do Rossio um jardim bem tratado e como deve ser? 
E a zona da Lota ao abandono? Não seria muito mais prioritário?
Fundamental para mim: reduzir o transito automóvel nesta zona central da cidade! E o que vimos? A Rua João Mendonça, que devia ser apenas de um sentido e com passeios mais largos (será tão dificil assim perceber porquê?), pelo que sei, continuará a ser uma via de grande tráfego. Inacreditável.

E depois a ideia do parque subterrâneo! Aqui sim, nós aveirenses, temos que intervir. A concretizar-se, será um erro histórico para Aveiro! Não podemos deixar. Numa altura em que as cidades tudo fazem para retirar os automóveis dos centros urbanos, Aveiro, melhor, o seu presidente, quer fazer um parque de estacionamento no Rossio! Inacreditável. Eu, enquanto aveirense, tudo farei para me opor «ferozmente» a esta intenção. Nem que tenha que ir para a rua! E conto com aqueles que gostam de Aveiro.

Mau gosto


Em Cacia, o mobiliário urbano foi pintado com corres berrantes. Gosto de colorido mas o que fizeram em Cacia está simplesmente horrível. Quem é que teve tal ideia?


sábado, maio 19, 2018

Parabéns clubes de Aveiro!


Por norma, este não é um espaço de desporto, ainda assim não posso deixar de destacar o feito de três clubes da cidade de Aveiro em três modalidades distintas: o SC Beira-Mar subiu à primeira divisão nacional de juniores, o Alavarium fez o mesmo mas em andebol e o CP Esgueira regressou à Liga de Basquetebol.

Parabéns!

segunda-feira, maio 14, 2018

O regresso da Agrovouga


Uma boa notícia: a Agrovouga, sete anos depois, vai voltar a Aveiro. Felicito a Cãmara Municipal de Aveiro por esta decisão. 




domingo, maio 13, 2018

Ainda a Avenida...


Isto é de rir! 
Como que querendo contrariar o Aveiro Sempre, eis que a CMA decidiu começar a pintar a sinalização horizontal da Avenida Lourenço Peixinho, mas eis que, para espanto de todos, as pinturas só ainda foram feitas entre o túnel da estação e a saída para a rua Engº Von Haff! É por etapas! Que tristeza! Não há dinheiro para mais tinta? Estão á espera de quê? É como eu costumo dizer...Aveiro tem coisas únicas, bolas! Pintem lá essa porcaria toda e deixem-se de ser incompetentes! 



sábado, abril 21, 2018

Ainda bem que o Aveiro Sempre é lido na nossa Câmara!

A Avenida Dr. Lourenço Peixinho começou a ser pintada! Ainda bem que a Câmara lê o Aveiro Sempre! Ou acham que é coincidência? Claro que não.
Mas não pensem os senhores da nossa Câmara que pintar a Lourenço Peixinho é suficiente. A Avenida Araújo e Silva, por exemplo, está na mesma. E temos a Variante 109 na área urbana. E temos a Rotunda do Rato. E não podemos pintar o tracejado da Lourenço Peixinho de oito em oito anos! Mas pronto...



sábado, abril 14, 2018

Obras



A Casa da Juventude está em obras. Há várias escolas em remodelação. Há noticias que o Cais dos Botirões vai ser intervencionado. E temos a Ponte do Laço e a Estação da CP que também deverão entrar em trabalhos. Para mim, boas notícias. Por outro lado, não consigo entender a lentidão das duas rotundas na 109, em Cacia! Inacreditável a lentidão das obras. Passo ali todas as semanas e é incrível o «ritmo alucinante» de quem ali anda a trabalhar! Como também me causa estranheza o tempo demorado para requalificar o relvado do Bairro da Gulbenkian num jardim mais digno. Tanto tempo para aquilo estar disponível, meu Deus!


quinta-feira, abril 12, 2018

Padel no lugar do ténis


Destruíram-se os campos de ténis e no seu lugar surgiram campos de padel, esse desporto da moda, praticado por gajos que gostariam de jogar ténis mas que não possuem, nem jeito, nem capacidade física. 

Não sou contra o padel, nem contra o aparecimento e investimento em infra-estruturas desportivas (antes pelo contrário), agora, esta coisa de se pôr abaixo campos de ténis para darem lugar a campos de padel...sinceramente! Aveiro - repito isto tantas vezes - é mesmo suigeneris! 


sábado, abril 07, 2018

A Lourenço Peixinho, as ruas, o asseio, os tracejados...



Já aqui escrevi sobre o assunto mas volto a fazê-lo. Por achar que é inacreditável e porque é o mínimo que uma Autarquia deve fazer por uma cidade que, «por acaso», até é capital de distrito, até é visitada por milhares de turistas, até recebe milhares de estudantes todos os anos e, também «por acaso», é de uma beleza rara: Aveiro.

Como é possível a Avenida Dr. Lourenço Peixinho continuar, há anos (há anos, amigos), sem tracejado horizontal e obrigatório por lei? A avenida tem uma ou duas faixas? Pode-se ou não se pode ultrapassar? Não se sabe. e não se sabe porque os traços brancos não existem!

Amigos, poderão pensar que estou a destacar aquilo que não é o mais importante! Até aceito que não seja o mais importante discutir sobre Aveiro mas, por outro lado, é o mais básico que uma Autarquia deve assegurar, meu Deus! Pergunto: digam-me o nome de uma outra cidade, cuja principal artéria, não esteja pintada? Digam-me outra? Acham que isso é possivel na Avenida dos Aliados no Porto? Ou na Avenida da Liberdade em Braga onde estive recentemente? A «Lourenço Peixinho» é só a principal avenida da nossa cidade.

Reconheço que no último ano, talvez porque também tenha sido ano de eleições, houve um esforço no arranjo de um numero significativo de ruas da cidade. Houve. Mas tem que continuar. A chuva caiu com intensidade e há muitas ruas a necessitar de intervenção. Muitas. Na Beira-Mar há ruas que são uma autêntica vergonha. A Avenida Sá Carneiro, que liga a ponte que vem da Avenida 25 de Abril ao supermercado Pingo Doce (antigo Pão de Açúcar) é outro exemplo. Mas há muitas, muitas mais.

Em relação aos tracejados é a mesma coisa. Então no centro da cidade!...Andamos de carro na Rua Clube dos Galitos (junto ao Canal Central) e temos mais do mesmo. Como é que os senhores da Câmara não têm nesta questão do asseio, algo sempre presente?

Sempre disse que o trabalho de uma autarquia, na minha opinião, claro, vale muito mais pelo aquilo que faz em termos de manutenção do que propriamente pelas grandes obras que leva a efeito. E esta é a questão: andamos sempre ouvir Ribau falar de grandes projetos para a Avenida, para o Rossio e, depois, não consegue passar uma porcaria de tinta branca nas ruas da cidade.

Importante? Amigos, eu vou continuar a escrever sobre isto...

quarta-feira, abril 04, 2018

Urbaveiro


Sou forçado a apanhar o autocarro no Olho d' Água e saio na Lourenço Peixinho. Pago...dois euros! Chiça!!!
Estive quatro dias em Braga, andei muito de autocarro, distâncias bem maiores e nunca paguei tanto!

Ponte do Laço


Está num estado deplorável, por isso, foi com agrado que li que a Ponte do Laço vai entrar em obras. Pena é que não deverá demorar muito a ser de novo alvo de puro vandalismo por parte da escumalha que ali passa durante a noite...

segunda-feira, abril 02, 2018

Prioritário


Ficámos recentemente a saber que vai ser aberto o concurso para a recuperação da Estação. Ainda bem. Como está é que é vergonhoso e não serve para nada. Esperemos que haja agilidade no processo e que rapidamente possamos ver a nossa Estação de «cara lavada».


domingo, abril 01, 2018

Feira de Março assaltada


A Feira de Março foi assaltada. Equipamento de som e luz no valor de cinquenta mil euros!

Não há aqui grande incompetência da organização?


sábado, março 31, 2018

Sem pudor!


Como eu gostava de ser um dos elementos da Câmara Municipal de Aveiro, passar nas farturas, passar no porco do espeto, levar o que comer para casa e...não pagar nada! Que maravilha esta coisa do estatuto nos permitir ter estas benesses! VERGONHA! É que podiam ao menos ser mais discretos...



sexta-feira, março 30, 2018

Boa página


Se já aqui critiquei a divulgação tardia da Feira de Março, reconheço agora que a página do evento no Facebook é um bom exemplo do que é comunicar numa rede social. Muito boa página.

https://www.facebook.com/FeiradeMarcoOFICIAL/


segunda-feira, março 26, 2018

Produzido em Aveiro...desde 1977!


O Diário de Aveiro do passado dia 22 de maio publicou este artigo, dando conta que a Vulcano lançou um esquentador que é produzido em Aveiro! Que título! Eu lembro que a marca Vulcano só tem um local de fabrico (fábrica em Cacia) e que foi sempre assim desde...1977! O que o título devia destacar é que a Vulcano lançou um esquentador eletrico! Essa é a novidade. Feito em Aveiro, ok, como todos os outros.


sábado, março 17, 2018

Mais um sintético

Depois do complexo desportivo do Taboeira e do campo do Barroca, no Mamodeiro, foi a vez do Estrela Azul, de Cacia, ver o seu relvado sintético ser inaugurado. Neste capítulo, Ribau Esteves vai aproximando Aveiro aos outros concelhos do distrito.


domingo, março 11, 2018

Atraso «normal»

Era para estar pronta em fevereiro, mas estamos em março e não me parece que seja este mês que a nova Ponte de S. João, no Rossio, esteja pronta. Ribau Esteves já veio dizer que o atraso é normal, que se justifica e mais não sei o quê...

É incrível esta forma de estar, inacreditável esta exigência que se coloca no rigor com que uma obra devia ser concluída. Mas este é o nosso país. O país em que os atrasos se toleram e se consideram normais.


quarta-feira, março 07, 2018

Feira de Março 2018


E eis que a Feira de Março foi apresentada em conferência de imprensa! No recinto de feiras, a necessitar de ser pintado, vamos ter um programa que tem a particularidade de conter as minhas duas bandas portuguesas preferidas: The Gift e UHF. Se a estes dois grupos, juntarmos David Fonseca, eu, particularmente, tive sorte.
De resto, a promoção do certame é ridícula. Fez-se a referida conferência, colocou-se uma tarja no recinto e mais nada. Como é que não há publicidade ao cartaz e à feira em todos os concelhos do distrito, por exemplo? 
Por fim, dizer que Ribau deu a conhecer a intenção de tornar o recinto bem maior. Parece-me bem. Justifica-se. 



sábado, fevereiro 24, 2018

Vai haver Feira de Março?



No ano passado fui à tão «famosa» Feira de São Mateus, em Viseu, e digo-vos: no computo geral, é pior do que a nossa Feira de Março. Tem mais espaços de restauração e um cartaz melhor, mas de resto, em nada é melhor do que a Feira de Março. Então onde está a diferença de popularidade? Na promoção! Como é possível hoje ser 24 de fevereiro e nada sabermos sobre o certame deste ano? Vai haver? Quem são os artistas? Novidades? É o que temos...

terça-feira, fevereiro 20, 2018

Acusações graves

Aquando da inauguração do relvado sintético do Estrela Azul, Ribau Esteves afirmou que «herdou uma Câmara desorganizada, falida e corrupta». A questão da corrupção é grave. São acusações graves que deviam ser esclarecidas.


sábado, fevereiro 10, 2018

Natal é todos os dias


9 de fevereiro. No bar do Barroca, no Mamodeiro, a árvore de Natal ainda não foi desfeita. Natal é todos os dias. 



sexta-feira, janeiro 05, 2018

O que é que nos interessa?

 

Ribau Esteves escreve hoje, no Diário de Aveiro, um artigo onde dá a conhecer o seu apoio a Pedro Santana Lopes na «corrida» à presidência do PSD. E eu pergunto: o que é que nos interessa a nós, aveirense, se apoia este ou aquele?