quarta-feira, outubro 16, 2013

O meu partido é Aveiro!



Independentemente das críticas a que fui sujeito durante a campanha eleitoral, garanto-vos que tudo o que aqui escrevi neste período, obedeceu aquilo que me rege desde que criei o Aveiro Sempre: defender aquilo, que no me entender, é o melhor para Aveiro.
A este propósito, acabou por ser muito «engraçado», constatar que muitos daqueles que sempre me elogiaram por criticar a gestão (?) de Elio Maia, tenham mudado de discurso e tenham optado agora pelas ofensas à minha própria pessoa! Ou seja, para estes leitores, se eu «dizia mal» do Elio Maia, tinha forçosamente que colocar Ribau Esteves no mesmo patamar e «tratá-lo» da mesma forma! A ideia destes novos críticos é simples: Elio e Ribau foram ambos candidatos da Coligação, logo, merecem o mesmo tratamento. Nada mais errado! E é isto que detesto na política. Um indivíduo é deste partido e tem que dizer sempre mal de tudo e de todos que não são desse partido! Comigo, isto não dá, nem nunca vai dar. Ou só porque Ribau concorreu pelos partidos de direita, a sua candidatura deixa de ter pontos fortes que podem ser benéficas para Aveiro? Em resumo: os meus «apoiantes» só continuariam a ser meus «apoiantes», caso eu mantivesse o discurso para com Ribau em tudo semelhante ao que sempre optei por ter em relação a Elio Maia! Enganaram-se todos aqueles que pensaram assim. Lamento que, definitivamente, não me conheçam. Enganaram-se, porque não sendo eu de direita, acho que nestas eleições autárquicas, o mais importante foi tentar perceber o que seria melhor para Aveiro, independentemente deste ou daquele candidato ser deste ou daquele partido. E nesse sentido, destaquei os pontos fortes dos vários candidatos, como apontei os aspectos, que, repito, na minha opinião, poderiam ser considerados como menos fortes. «Partidarite» comigo, nunca. Sobre Ribau Esteves, independentemente de concordar com algumas criticas que foram apontadas à sua candidatura, fui o mais sincero possível, daí ter defendido alguns dos seus pontos fortes e várias mais valias que a sua candidatura poderia trazer (como julgo que pode mesmo trazer) para Aveiro. E pronto, por ter assumido esta posição, Ribau Esteves passou a ser o «meu» candidato! É de rir.
Mas com sinceridade, esta mudança de muitos dos leitores do Aveiro Sempre, não me surpreendeu. Sabia que um dia, isto ia acontecer. Sempre tive a consciência que aqueles que sempre me elogiaram pela coragem e frontalidade com que sempre me opus à «Câmara de Elio Maia», seriam os primeiros a criticar-me logo que escrevesse as primeiras linhas elogiosas para com o trabalho de Ribau em Ílhavo. As pessoas são assim. Aqueles que sempre me «bateram com palminhas nas costas», seriam sempre os primeiros a dizer que eu sou isto e aquilo, a partir do momento em que passasse a defender ou a elogiar o que quer que fosse de um candidato PSD e/ou do PP. Pode ser que agora, os meus «novos» críticos percebam que, independentemente de me rever nos princípios ideológicos de esquerda, o meu único partido é Aveiro. E por Aveiro ser o «meu partido» é que achei por bem destacar algumas das mais valias que a candidatura de Ribau poderia trazer para a nossa cidade e para o nosso concelho. E pela mesma razão, e ao contrário do que se pretendeu fazer crer, nunca desvalorizei a candidatura, por exemplo de Eduardo Feio, um candidato, que apesar de derrotado, tinha, na minha humilde opinião, condições para fazer coisas boas em Aveiro. Tão simples como isto.
 Tenho a consciência tranquila. O Aveiro Sempre nunca escondeu que queria uma mudança para Aveiro, que o importante para a nossa cidade era derrotar Elio Maia, o pior presidente de sempre da nossa Câmara! O Aveiro Sempre nunca escondeu que queria contribuir para esta mudança. Não por questões pessoais, porque nada me move pessoalmente contra Elio Maia, mas simplesmente por achar que nos últimos oito anos, Aveiro não evoluiu, Aveiro foi mal tratada. O Aveiro Sempre foi, no período da campanha eleitoral, aquilo que sempre foi: um fórum de discussão, de debate em prol de Aveiro.
Ribau Esteves ganhou. A meu ver, Aveiro pode ficar a ganhar com a sua vitória, mas claro, cá estaremos, sempre com o mesmo sentido critico, para elogiar o que tem que ser elogiado, apoiar o que merece ser apoiado, mas claro, também «fiscalizar» e criticar tudo aquilo que no meu entender possam ser decisões prejudicais para Aveiro. Em nada vou mudar a minhas postura. Porque Aveiro é o meu partido.

26 comentários:

A.Ferreira Ferreira disse...

Pois meu caro Pedro Neves, também ponho Aveiro acima das pequenas e provincianas querelas partidárias. O sr. Ribau foi eleito e foi-o com toda a lisura! Portanto, vamos aguardar pela sua acção para quando for oportuno, fazer crítica construtiva.Não votei no senhor por vários motivos, mas isso é passado. Aguardo com grande curiosidade os seus primeiros passos. Creia que estou de pé-atrás porque o sr. deixou uma dividita em Ílhavo que, salvaguardadas as proporções, não desmerece da que o sr.Menezes deixou em Gaia e, cesteiro que faz um cesto.... Aguardemos pois.

Anónimo disse...

Por mim, lamento o anonimato, agradeço ao seu blogue e seu autor snr Pedro Neves a possibilidade de exprimir, com alguma frequência, o que me indignava, e indigna, em Aveiro.
Repetindo o que há um tempo foi dito:
Contra o "autarca" Élio Maia TUDO, o seu afastamento traz um alívio ENORME que não posso deixar de manifestar.
Pessoalmente é-me indiferente.
O meu candidato não era Ribau Esteves mas alimento a esperança de que algo mude para melhor, externa e internamente.
Se não corresponder às expectativas será mais uma grande desilusão que provocará também mais desmotivação.
Oxalá não tenhamos que dizer, a curto ou médio prazo, que são todos iguais!...

Anónimo disse...

Oh sr Pedro Neves, com franqueza. Surpreendido porque os apoiantes do Eduardo Feio, depois da derrota confrangedora que teve, agora acusam-no de também ser um dos culpados? Mas isso não o deveria surpreender. Essa "malta" é prodiga nesse tipo de atitudes. Os aveirenses já há muito que os toparam, daí fazerem-lhe um manguito quando há eleições. Só por uma vez, nas autárquicas, deram o beneficio da duvida ao PS. Foi quando Alberto Souto, disfarçado de "independente", ganhou a Câmara. Mas dois mandatos depois os cagaréus e os ceboleiros correram com ele. Por que é que correram com ele? Com certeza não foi por ter sido, durante dois mandatos, um bom presidente, é obvio. E como o Eduardo Feio tinha sido o seu vice presidente, os aveirenses aproveitaram a oportunidade e voltaram a mostrar-lhe, tal como há oito anos, outro "cartão vermelho". O resto é conversa.

Anónimo disse...

Tenho exatamente a sua opinião.

Com a diferença de não ser simpatizante do PSD e muito menos "deste" PSD, e ter votado Ribau Esteves. Espero que consiga colocar Aveiro novamente nos trilhos porque tem capacidade para isso. Estes oito anos foram um verdadeiro pesadelo. Como diz, o pior presidente de câmara de sempre.

Cumprimentos


P.S. passei ontem pela baixa de santo antónio e pelo parque Infante D. Pedro e a incompetência da equipa do Élio está bem espelhada: derrocadas nas escadas da baixa de Santo António 15 dias depois da abertura do espaço, lagos esvaziados, arrelvamento irregular e feio e parques infantis encerrados. Para mais no Alboi nem a relva cortam. Quanto à ponte, parece que parou. Uma lástima.

Anónimo disse...

A verdadeira conversa está no facto de apenas metade dos aveirenses, gente tão ilustre e zelosa da sua terra, se ter dado ao trabalho de votar. Aqui se vê a valorização que dão à possibilidade de, pelo seu voto, contribuírem para a construção dos destinos da sua terra.

Quanto ao resto, veremos, não deixando de sublinhar a necessidade dos iluminados e salvadores da Pátria de direita terem sentido a necessidade de se coligar, caso contrário seria engraçado, seria.

Vamos a ver se, quando se dissipar o nevoeiro da manhã, o dia, não traga uma cinzenta realidade a que já nos habituámos.

Anónimo disse...

Pois, pois, eu também acredito no Pai Natal. Vamos esperar algum tempo para vermos "a falta de interesse" neste ou aquele candidato. Aguardemos!

João Francisco disse...

E vão três, também não votei no atual presidente, por isso e porque vivemos em democracia o presidente de Aveiro é Ribau Esteves e também o meu presidente. A partir de hoje, e como sempre fiz, farei as minhas reflecções com a mesma convicção de que Aveiro é acima de tudo uma cidade com futuro e do futuro.
Ao novo presidente sugiro que seja arrojado inovador e com uma visão de médio e longo prazo, caso contrário será igual a tantos outros, onde quem ficou a perder foi Aveiro e as suas gentes. Boa sorte Presidente.

Anónimo disse...

Vejamos o que um anti-Aveiro fará, agora fora do seu concelho e sem dinheiro para gastar. Ílhavo quando lá chegou (há 16 anos) tinha um saldo positivo de 10,1€. Após 16 anos um passivo que quem lá fica (o seu nº. 2) será difícil/impossível de gerir e talvez saibamos qual o passivo...

Anónimo disse...

Intrigante, o grande Ribau, conseguiu menos vereadores que o GRANDE Élio...

Anónimo disse...

Muito Boa Sorte Presidente!
Também é o que desejo ao Eng Ribau Esteves.
Mas, mais!
Desejo-lhe sorte, muita sorte na escolha da equipa. Só porque faz muita diferença, diria mesmo, toda a diferença!
PS:
1 - E, não é com toda a certeza, com a conselheira nº 1 do Dr. Élio (que já foi de "altíssima confiança" do Dr. Souto), que lá vai... muito pelo contrário!
(Isto só para dar um simples exemplo! O resto está pontualmente percetível no retrato feito pelo Anónimo das 9:31 AM)...
2 - Mas, também não vai, com "alaridos e disfarces" semelhantes às varreduras, "lavagens", cortes de relvas, plantações e afins, como as que estão em curso nestes últimos dias...
Parece a preparação de um cenário para um filme.
Lol

Anónimo disse...

o que seria verdadeiramente intrigante era se o Ribau conseguisse fazer pior do que o azelha do Élio ... isso é que seria intrigante ....o resto são foguetes, muita simpatia daqui, palmadinhas nas costas dali, muita conversa, sim a tudo e tudo espetacular, mas competência, visão estratégia, fazer Aveiro avançar, nicles ..

Anónimo disse...

Anti-Aveiro?!!! Anti-Souto, à data, aceito, agora Anti-Aveiro?!! O homem passou mais tempo em Aveiro do que provavelmente a maior parte dos Presidentes de câmara que já tivemos ...

Anónimo disse...

O que é preciso é que o Presidente Ribau Esteves protagonize e consensualize a estratégia mais adequada e coerente para a recuperação e o desenvolvimento integrado de Aveiro - cidade, concelho e região - e que consiga pôr definitivamente a "máquina" a engrenar proativamente no mesmo sentido e sem burocracias anedóticas. Isso é que é Pro Aveiro. O resto, Aveiro dispensa.

Anónimo disse...

Não vale a pena bater mais no "ceguinho", o aparelho continua o mesmo, mas penso que Ribau não tem perfil de marionete... a ver vamos.
Penso que Ribau tem a mesma vontade e determinação política de Alberto Souto, mas com muito menos qualidade e categoria, pois este foi, para mim, o melhor presidente de câmara que Aveiro teve nos últimos 40 anos!

Anónimo disse...

Concordo com o comentador das 08.56PM.
Alberto Souto foi, sem dúvida, o melhor Presidente após a dita "revolução"!
Quem sai aos seus não degenera!

Anónimo disse...

Concordo convosco, o melhor Presidente de Câmara de Aveiro de sempre, depois em últíssimo o grande filósofo Élio. Agora vem um político que fala muito e adora inaugurar, discursar e aparecer em fotos. Por isso o Dr. Alberto Souto não ganhou as últimas eleições, para ele se estava pronto punha-se ao serviço da população, sem inaugurações, discursos e festas, o povo povinho não gosta disso, quer é festa e este que aì vem é dado a isso. Preparai-vos para festas e depois pagar as facturas...

Anónimo disse...

O aparelho continua o mesmo, que sempre foi.
A dívida continua a mesma que é há muito.
Os lobbies continuam os mesmos e sempre a piorar.
A máquina interna continua a mesma e não muda nem que a vaca tussa.
Tudo continuará refinadamente na mesma!
Afinal, qual é a margem de manobra de Ribau Esteves?
Não é com a candura e a simpatia ilhavenses que dribla um Monstro com tantas cabeças!...
...E já foi assim o fim de A. Souto!...

Barba azul disse...

Ó meus amigos, mas tem assim tanta importância o Engº Ribau ter tido em tempos alguns ditos anti-Aveiro, no fundo bravatas entre autarcas?
Não tivemos já como Presidente da República Portuguesa o Dr. Mário Soares, que em tempos, no estrangeiro, pisou uma bandeira nacional? E não tivemos como candidato também a PR o Dr. Manuel Alegre, que via Rádio Argel prestava aos exércitos independentistas informação sobre os movimentos de tropas portuguesas?!
(Filipe, não me censure este comentário, não? Pode editá-lo, tirando este parênteses, se quiser)

João Frrancisco disse...

Resposta ao 9.53.AM:
Nem o OMO quer branquear tanto.

Barba azul disse...

Caro Filipe, antes do comentário que publicou, enviei-lhe outro que não aparece. Não o terá recebido? Ou censurou afinal o que eu julgava menos censurável? : )
Na dúvida, reenvio-lhe o que lhe dizia:
Caro Filipe, diz que se revê "nos princípios ideológicos de esquerda". Diga-me lá quais são no seu entendimento esses princípios?
É que a maior parte das vezes, esses "princípios ideológicos" que "a esquerda" se arroga, não são mais do que qualidades humanas individuais e colectivas (aquilo que moralmente se entende fazer de nós "bons" ou "maus"), e que "decretam" estarem ausentes nas direita / pessoas de direita, passando a ser por definição qualidades de "esquerda". Não, não és solidário!; não, não és justo!; Não, não és tolerante!;...; Não, não és bom!: És feio, porco e mau!
Bastante infantil, mas é assim, e é geralmente aceite pela opinião pública a "generosidade" da esquerda e o egoísmo e insensibilidade da direita...

João Francisco disse...

O perigoso saudosismo daqueles que pensavam que os comunistas comiam criancinhas ao pequeno-almoço. Agora não têm pejo nenhum de comer o pequeno- almoço das mesmas.

Anónimo disse...

Não posso identificar-me mas testemunho que em 61 os intitulados fascistas da época me proporcionaram o trabalho para a vida inteira que deu origem à tal pensão, que hoje, os "sociais democratas" e "democratas cristãos" querem cortar por exagerada e para pagar dívidas que não fiz!
Em 63 numa situação difícil esses mesmos fascistas desamparam-me até 1980 quando foi reposta a justiça!
Em "democracia" numa outra circunstância séria é aos socialistas da época que "devo" a sua resolução, pois PSD, CDS, bem como gente que nas igrejas, constantemente finge que é boa, batendo a toda a hora com a mão no peito, negaram a ajuda necessária, abarcando, contudo, em proveito próprio, tudo que a "política" lhes "oferece" devida ou indevidamente!
Mais palavras para quê???

Barba azul disse...

Ele é só inteligentes, com comentários arrasadores de ironia!

Anónimo disse...

O snr Barba Azul também pertence ao rol dos comentadores inteligentes!

De santos e de loucos todos temos um pouco, ninguém escapa!...

Barba azul disse...

Caro anónimo das 4:09

Se se trata do mesmo anónimo das 7:09, não me estava a referir a si.

Sempre seu,

Barba azul

Anónimo disse...

Tem razão snr Barba Azul, sou o mesmo "comentador", agradeço a sua atenção e digo-lhe que o comentado por mim, a propósito das suas observações às 4.32,(evidente que não relatei tudo nem mencionei nomes) foi verdade, tristes experiências vividas pela minha pessoa.

Cumprimentos