domingo, maio 24, 2015

O fecho do IPAM

Surpresa, ou talvez não, O IPAM vai fechar em Aveiro. Uma escola que começou em Aveiro fecha as suas instalações na nossa cidade. Uma escola de marketing não soube trabalhar...precisamente nisso. É que marketing não é comunicação.
Surpresa ou talvez não, porque falo com ex. alunos que me dizem que as «coisas« há muito não estarem bem em termos financeiros. Um pouco mais de cem alunos parece-me pouco e, depois, o ISCAA actualmente com marketing (e muito mais barato) também não veio ajudar. Seja como for, é uma má noticia e uma perda para Aveiro.

18 comentários:

Anónimo disse...

O IPAM é privado,o ISCAA é público, por isso mais barato, mas em qualidade de ensino não se pode comparar.
Lamento pelos alunos que adquiriam elevados conhecimentos, pelos trabalhadores, pelos professores e porque Aveiro vai perder uma Escola de Referência Nacional!

Pedro Neves disse...

Se fosse uma escola de referencia nacional, nao fecharia. Desculpe, mas esta é uma realidade.

Anónimo disse...

Outros poderes se levantam, já reparou que Aveiro tem perdido tudo e nada se faz em prol da cidade para que recupere o prestígio perdido, dificilmente voltará a ser o que era com as "governações paroquiais" e nesse aspecto este não é diferente do anterior!
O IPAM continua noutras cidades, quem quiser e poder continuará a estudar nelas!

Pedro Matos disse...

De uma inteligência formidável este senhor...

Anónimo disse...

O IPAM é a grande referência do MKT. Ponto. O resto são sucedâneos de qualidade duvidosa.

Quanto ao que leva o instituto a fechar em Aveiro são razões também relacionadas com a crise que afetam este tipo de estabelecimentos de ensino e que, como alguém disse, são privados.

Menos procura dos jovens, dificuldades económicas conjunturais, difciculdasdes também dos mais velhos que podiam procurar o pós-laboral, de muitas famílias para manterem os filhos neste tipo de ensino de alta qualidade com propinas, obviamente, mais elevadas, com um tipo de ensino de muito alta exigência.

O IPAM associou-se a um grande grupo internacional cuja opção estratégica e entre vários pontos, optou por focar e reforçar nas cidades de Lisboa e grande Porto já que Aveiro, infelizmente e para já, não era competitivo.

No mundo da privada é assim, no público há sempre outras soluções...

Agora tranquilize-se, o MKT continua em boas mãos, com a excelência e conotação da marca IPAM, o seu Know-how, corpo docente de primeira linha, e com as mais elevadas taxas de empregabilidade dos seus formados.

Anónimo disse...

Continuará a haver IPAM em Lisboa e no Porto, as duas únicas cidades deste país (ao que parece). Temos sorte de haverem duas porque qualquer dia volta a ser apenas uma.

Anónimo disse...

Snr anónimo das 2:29 tem razão, peça responsabilidades ao "autarca" anterior que com a sua "sabedoria" e visão "filosófica" caseira e paroquial deixou que se iniciasse um processo de retrocesso enorme na cidade de Aveiro que penso não vai ter fim com a actual "gerência".
Votaram, "comem" do que há!

Anónimo disse...

Sr. Pedro Neves,

Gostaria, se achasse oportuno e pertinente, que abordasse a questão do antigo municipal de aveiro palco de tantas emoções para tantos aveirenses: será concebível e possível que o estado em que o mesmo se encontra não fira a alma de ninguém? O relvado está quase com 1 metro de altura e as ervas nascem pelo meio das bancadas. Ninguém tem o decoro de alindar minimamente AQUELE ESPAÇO, AO MENOS POR RESPEITO À MEMÓRIA DE TANTOS?

E o que justifica que se tenha despejado meio milhar de jovens, impedindo-os de fazer desporto permitindo que o pavilhão, ao fim de meio ano, continue ao abandono?

E que futuro para o espaço criminosamente destruído das antigas piscinas?

Obrigado e um abraço

Anónimo disse...

A sugestão foi feita ao Snr Pedro Neves, só ele poderá decidir abordar essas questões, contudo eu diria na minha qualidade de cidadão votante e pagante e "revoltado" com o que de muito mau se passa nesta cidade, que bastava que os "líderes" deste concelho saíssem dos gabinetes, percorressem todas as artérias, assistissem ao que os Aveirenses (aqueles que se interessam) assistem diáriamente, às poucas vergonhas, aos atropelos de que estamos a ser vítimas, à degradação assustadora dos bens públicos, e tomassem consciência de que não é com "folclore foleiro" que se vai lá!
Repetição do que se passou com o filósofo de má memória, NÃO OBRIGADO!
Imaginem que no Parque da Fonte Nova existia desde o seu início uma fonte abastecedora de água a quem dela precisava, perfeitamente enquadrada no espaço, que foi substituída há pouco, por um mamarracho antigo, do tempo dos afonsinos, com um único bebedouro e vá-se lá adivinhar porque carga de água isso aconteceu!
A desilusão, pelo que se conversa, é enorme, mas as pessoas, como sempre parecem continuar impávidas e serenas, "conformadas" com o que se passa!
MAU, MUITO MAU!

Anónimo disse...

Adorei ver hoje o DA, cada vez mais admiro a persistência do Snr Presidente da CA em aparecer nele, diáriamente, é obra!
Então hoje estava fantástico em fatiota quinhentista/sportinguista (dois em um)!
É assim mesmo, faz lembrar o Snr de alguns anos atrás quando apareceu com uma fatiota que lhe assentava muito bem!
Melhor não podia ser!

Anónimo disse...

Se os "políticos" portugueses não acordam para a realidade, um dia destes acordamos:

1º - sem cidade

2º - sem país

3º - passaremos a ser qualquer outra "coisa" menos PORTUGAL!

Anónimo disse...

faz alguma falta?

Anónimo disse...

Desde que Girão Pereira deixou a CMA parece que o poder passou para mãos menos próprias e isso tem sido sentido na pele pelos aveirenses, chegando ao ponto de a cidade parecer abandonada. Até ao momento Ribau Esteves não mostrou ter a capacidade para inverter a situação e face às alternativas que vão surgindo, teremos mais uns penosos anos de sofrimento.

Anónimo disse...

Pelo que li o novo "túnel" de Aveiro, mais uma grandiosa obra planeada pelo filósofo de má memória e executada pelo recente autarca da Aveiro está a "meter água", mas água a sério!
Ainda inacabada, pelo que parece, já é um "buraco" de todo o tamanho!

Os "barquinhos/pseudo-moliceiros/gôndolas" (demais) cujos turistas são informados por excelentes "guias turísticos", do melhor que há, com informações de partir o coco a rir, continuam, diáriamente, a navegar nas águas da nossa ria com as proas decepadas e em alguns casos escondidas!

Admiro que o snr Autarca, ou seus assessores, que tanto pune pela CIRA não tome uma posição acerca desta situação que se prolonga no tempo, que considero ridícula senão escabrosa, é talvez o resultado da se não verificar, em local, o que se passa!

A seguir cenas no próximo capítulo!

Anónimo disse...

A propósito! Alguém tem visto o "Presidente" Ribau Esteves por terras de Aveiro?

Anónimo disse...

Ó Snr Anónimo das 4:07, só no DA, todos os dias, duas a três imagens, bem visível para Aveirense ver e conhecer a sua "governação" ímpar que põe todos os anteriores fora da "crista da onda"!
É assim mesmo, culto da imagem a quanto obrigas, nem percebe que não é assim que colhe a simpatia de muitos, só aborrece!

Anónimo disse...

É visto no comes e bebes.

Anónimo disse...

Como é óbvio, não me referia à "imagem do deus" mas ao "sinal prático/efeitos concretos da sua criação por terras de Aveiro"! Alguém viu alguma OBRA?