sábado, março 31, 2018

Sem pudor!


Como eu gostava de ser um dos elementos da Câmara Municipal de Aveiro, passar nas farturas, passar no porco do espeto, levar o que comer para casa e...não pagar nada! Que maravilha esta coisa do estatuto nos permitir ter estas benesses! VERGONHA! É que podiam ao menos ser mais discretos...



3 comentários:

Henrique Praça disse...

Não posso estar mais de acordo. Fica-lhe(s) mal!
Mas é preciso também perceber que os dadores também se fazem ao gesto, porque a reverência pelos Srs doutores ainda é uma marca que perdura. De um lado - os srs doutores - e do outro - os fairantes, no caso - ainda não entenderam que ser vice-presidente é uma cargo remunerado e nesse sentido é como ser médico, torneiro mecânico ou motorista.
Ser eleito é uma missão, não é uma dádiva que mereça oferendas e laudas ao santíssimo senhor (porque estamos na Páscoa) vice-presidentes.
E agora quem se seguirá? O Presidente? Os Vereadores? Algum fiscal de feiras (não sei se existe este cargo)?
Henrique Praça, aveirense, há 40 anos a viver fora.

Anónimo disse...

Não Senhor Pedro Neves, não podemos ser todos iguais!
Podemos receber uma pequena atenção em recompensa de outra atenção que já tivemos com outra pessoa, sem considerarmos pagamento de favores ou corrupção, é simplesmente uma atenção entre pessoas amigas, as verdadeiras!
O que se passou ou passa (ouve-se muita coisa) é uma vergonha colossal, é de uma falta de valores a todos os níveis!
Não quero dizer, de maneira nenhuma, que tenho vergonha de ser Aveirense, seria renegar as minhas raízes, mas neste momento quase se pode garantir que a CMA não está a ser bem gerida, não está em situação de missão politicamente séria, como refere o Senhor Henrique Praça (que não conheço)!
A todos os níveis é UMA VERGONHA, e há responsáveis!
Atiraram pedras ao vizinho que tem telhados de vidro, mas não salvaguardaram os seus!
Esperemos por melhores dias, haja paciência, a que não nos tem faltado, esses dias hão-de chegar, forçosamente!

Anónimo disse...

O pobre do Vice-presidente (se bem percebi ter sido ele) nem licenciado é. Portanto, essa do doutor não encaixa bem mas também nada significa e, conhecendo a pessoa, é um bom serás. Por, por mal não fez certamente.

Tal como alguém refere, o caos está instalado na organização e ninguém se entende embora, a cada reestruturação, o carapau de corrida afirme que arrumou a casa.

Ora, é sabido, que não é essa a realidade nem ele tem perfil, sequer, ele e quem o assessora tem capacidade de perceber como se organiza uma estrutura daquelas.

Sabem lá o que são métricas, como medir estratégias, indicadores, objetivos, motivação, qualidade. Nunca a distância ao poder foi tão grande.

Quanto a qualidade, o grande cromo, nunca conseguiu explicar que contas faz para os níveis de excelência que diz que a CMA atingiu. Nem sonha o que é a persecução do Bem-comum tão embebido que está em cifrões.

Mas como o que parece é, seja, e venham os votos dos otários.

Enfim, pobres aveirenses, é preciso é betão, festas, foguetes e turismo moliceiro de baixa qualidade.

Mas é bem feito, votem no artista outra vez.