segunda-feira, abril 28, 2014

E agora, quem me paga o pneu?



E agora, quem me paga o pneu?
Sexta-feira passada. Desloco-me a Aveiro para assistir, na nova Junta de Freguesia da Glória, à apresentação da Lista B concorrente às eleições do SC Beira-Mar. Já perto do local, na Rua da Associação de Voluntários dos Bombeiros Velhos de Aveiro (rua que liga o ISCAA aos Bombeiros Velhos), não consigo evitar por cima duma cratera existente na referida via e fico com um pneu completamente destruído. Sinto revolta. Mas impotência também. Revolta por viver numa cidade que não resolve os seus problemas, uma cidade que não orgulha as suas pessoas, uma cidade que é uma vergonha! E agora, quem me paga o prejuízo? Meter um processo na Câmara para quê? Estão lá centenas de processos…
Leio no Diário que a Câmara foi feito um estudo que diz que apenas vinte por cento das estradas de Aveiro estão em condições. Um estudo que aponta para a necessidade de quinze milhões para reparar as estradas. Tudo isto é muito bonito mas continua tudo na mesma! E já lá vai mais de meio ano de Ribau na Câmara…estou farto! Estou mesmo farto desta gente toda! Estou farto de ter vergonha de Aveiro.

15 comentários:

Anónimo disse...

Desde 2004 que as estradas de AVEIRO na era de Alberto Souto, foram alcatroadas, nunca mais fizeram nada, será que também foi Alberto Souto, como dizem os atrasados eleitos do PSD/CDS ?.

Anónimo disse...

Para garantir votos/vitória, prometeu o céu e a terra em 10 meses. Agora que venceu vai-se desculpando de que a situação é muito grave e que não sabia de nada. Engana outro. Depois dizem que os políticos são todos iguais. Começo a acreditar.

Anónimo disse...

para você a camara é só estradas. se as estradas estão boas o presidente da camara é o maior, se estão más o presidente é a maior m*rda.

Pedro Neves disse...

Caro Anónimo das 2:47: nao sei se o seu comentário era para mim, mas se era, está muito enganado. É obvio que nao avalio trabalho de uma Câmara pelo que faz (ou nao) relativamente às ruas do seu concelho, mas também é claro que nao fazendo nada, nao merece a minha «nota» positiva. Se para voce, o estado vergonhosoe terceiro mundista das nossas ruas, não o choca, nao o revolta, nao envergonha...deixe-me dizer-lhe que so pode ser um fanatico do PSD! Fanático ou completamente imbecil! Mas ha gente para tudo.
A verdade é que estamos fartos de desculpas, estamos fartos de gente que nada faz porque a culpa é sempre do outro! Eu, continuo a acreditar que o Presidente da Camara vai resolver em breve, mas como deve calcular, nisto de politicos, temos que estar sempre com um pé atrás...

Anónimo disse...

caso não saiba quem vai pagar o pneu é mesmo você

Anónimo disse...

Apesar de na autarquia de Aveiro serem às dezenas, e de longa data, as queixas de prejuízos nos automóveis e quedas de transeuntes, eu apresentava queixa.
Chamaria a PSP na hora, fotografaria o local e apresentava a factura à Câmara para pagar o prejuizo.
Os cidadãos merecem respeito na medida em que pagam todos os impostos que lhes são atribuidos, como tal o Estado deve responder de igual modo, com respeito, isto é, se souber o que isso é!...

Anónimo disse...

O Ribau está a dar 200% e a arrumar a casa. São muitos os dossiês para "limpar" e há muito para atalhar.

Eu compreendo a revolta do Sr. Pedro Neves e só lhe posso dar razão. Se fosse comigo era a mesma coisa. Até já me aconteceu ficar com os amortecedores partidos. é de facto uma vergonha, e é salutar que alguém se indigne com isto.

Agora também compreendo que sem se fazer um levantamento sério não seria possível planear o alcatroamento, porque o plano deve obedecer a prioridades e ao dinheiro existente. O que é lamentável é que esse levantamento não tivesse já sido feito. Ao menos isso.

Veremos pois, se com isto feito se atende aos casos mais graves, porque no que toca a estradas Aveiro não pode continuar assim.


Quanto ao resto, entre muitas coisas,diria como prioridade máxima:

- Reformular e alindar o nosso Rossio, já!

-

Anónimo disse...

A Câmara de Aveiro é um verdadeiro circo!!!!

Eu enviei para lá vários emails com conhecimento dos "media" por causa do encerramento da passagem de nível (onde o "Vouguinha" passa completamente parado) que liga Esgueira às traseiras da Estação. Recebi uma resposta de um secretário do PS que iria reencaminhar o email ao Sr. Hélio Maia, este como estava ocupado a limpar o pó da mesa não respondeu. O Sr. Ribau Esteves como deve até à data deve ter estado ocupado a acabar de limpar o resto do pó também ainda não teve tempo de responder.

Lamento a alteração do tema, mas muita gente utilizava aquele caminho para se deslocar a pé para os seus postos de trabalho, agora todos tiveram que comprar umas galochas pois o viaduto de Esgueira em tempo de chuva é uma lástima e absolutamente fantástico andar com bebés no viaduto pois o som dos carros é extremamente agradável.

E agora digam que é só as estradas que estão mal!!!!!

@n@

João Francisco disse...

Está a dar 200%? Em quê? Em anúncios, a falar mal desta Câmara, com o circo montado, só com ursos.
Isto é de má qualidade, Aveiro não merece esta palhaçada.
Senão sabem, peçam a um dos empresários das 50 maiores empresas do distrito de Aveiro se algum estiver disponível e com espírito de missão, e ele saberá o que fazer. Possivelmente em part-time porque não deve precisar demais.
O que se passa nesta câmara, é mais que buracos na estrada e nos passeios, a Câmara é um buraco que acoita incompetência, displicência. Mais de 20% dos seus quadros não servem para nada, não fazem puto. Ou antes, sorrateiramente vão pondo umas areias na engrenagem.
E quando aqui, vejo que fulano furou um pneu, beltrano danificou a suspensão e o zé-povinho tropeça nos passeios. ABRAM OS OLHOS.
Tenho a certeza que fui sobranceiro, mas já não tenho pachorra para este choradinho.

Anónimo disse...

Sr. João Francisco, até pode ter razão. Mas a única forma do "Zé Povinho" ser ouvido é com o choradinho. Acho mesmo que o fulano e beltrano não sabem o que se passa lá dentro da Câmara?!?! Era logo por aí que o novo Presidente deveria ter começado, obrigar que toda aquela gente começasse a trabalhar.
Eu própria já trabalhei (9 meses) na Câmara e aquilo lá dentro é uma vergonha (existem verdadeiros "campeões do jogo Copas"), por amor-próprio saí para procurar um trabalho decente e não um trabalho de "espera de final de mês" uma vez que os vícios são tantos que não trabalham nem deixam trabalhar.
@n@

Anónimo disse...

Senhora anónima das 12h23,

Começa por uma generalização injusta e triste que, infelizmente, vai muito ao encontro de uma tendência bem viva na sociedade que é, precisamente, a de dar pancada nos funcionários públicos: "obrigar que toda aquela gente começasse a trabalhar".

A tendência é tão vincada que o significado de "funcionário público” adquiriu uma conotação quase pejorativa parecendo que a causa de todos os males deste triste país assentam nessa classe de trabalhadores.

Como contributo para a justeza da sua opinião, informo-a, de que há bastantes colegas com mérito, esforçados, com habilitações académicas e competências profissionais cujo nível a surpreenderiam, bastante mal pagos e injustiçados. Esses têm, sempre, que cumprir as suas funções o melhor que podem e sabem, desmotivados, porque estão imbuídos de um verdadeiro sentido de bem comum e plenamente conscientes de que quem os procura não tem culpa desses detalhes, meros detalhes de contexto mas que, para as vidas de muitos de nós, não o são apenas.

Saiba que muitos de nós, talvez a maioria, não temos culpa de processos organizacionais desajustados para a realidade dos dias de hoje. Saiba, também, que alguns serviços municipais da autarquia de Aveiro apoiam concelhos limítrofes (se calhar também desconhecia) por gentileza e espírito de missão.

Julga que na privada não há colaboradores da “copa”? Ou maus gestores? Se assim lhe parece concluo que é imatura e pouco experiente nas coisas da vida.

Fez mal em sair sem se ter esforçado um pouco mais dando o seu contributo e valor no sentido de um melhor serviço público. Nove meses, parece-me, manifestamente insuficiente para sustentar toda essa dor.

O Executivo que ai está, liderado por Ribau Esteves, também está sob observação. Será julgado pela sua capacidade de implementar práticas de gestão apropriadas e que não perca, nunca, a noção ética dos valores mais altos da justiça e equidade que devem nortear um verdadeiro gestor. Separar o trigo do joio. Não basta ir à missa ao domingo e tomar o Senhor. Terá que saber ser líder e não apenas um mero dirigente.

Se não for capaz, os melhores de nós e que puderem, sairão, pois não terão mais forças para lutar. Os que não puderem sair definharão e sofrerão. Em última instância perderá o Bem e os valores mais altos que devem ser procurados através da resposta dada pela missão dos serviços públicos, servir as comunidades, manter a coesão do que é “público”.

Votos de muitos sucessos,

AVC

Anónimo disse...

O senhor (ou senhora?) que assina AVC, das 5:11 da tarde, filosofa sobre as virtudes/defeitos dos Funcionários da Câmara. Porém, numa comparação inútil, diz que também há no privado gente que joga às cartas (COPA) no trabalho. Não sei se há, ou não. O que sei é que no privado são os respectivos patrões que pagam esses, eventuais, desmandos. Se isso também acontece na Câmara sou eu e todos nós que pagamos. E isto faz toda a diferença.

A.Ferreira Ferreira disse...

O "Aveirismo" tão glosado pelo injustamente esquecido Eduardo Cerqueira, assentava na equação onde o "ser-se" de Aveiro era o vector normal de quem quisesse candidatar-se à presidência da Câmara! O tempo é o que é e não há remédio. Quiseram o "estrangeirado" porque lhes foi ofertado pelo partido e...pronto! Agora aguentem-se!

Anónimo disse...

É caso para se dizer, Aveiro perdeu o "Aveirismo" mas ganhou um "Caciquismo de qualidade".

Anónimo disse...

Nesta "democracia de tra..." o único que foi Presidente da Câmara sendo natural de Aveiro foi o Dr. Souto e também o melhor até hoje.
Os outros foram "paraquedistas"e deixaram muito a desejar MUDANÇA!