sábado, agosto 12, 2017

O que não muda em Aveiro (III)

Surgiram umas florzinhas (rotunda por trás do Oita, rotunda do Hospital, etc), mas na prática, pouco, ou nada, melhorou no que diz respeito aos espaços verdes da cidade. Verdes...no Inverno, porque vem o calor e passam a ser espaços...amarelos. Uma vergonha. Veja-se a zona em frente ao Recinto de Feiras. E o espaço paralelo às bombas de gasolina do Jumbo. E o jardim em frente à Loja do Cidadão.  E a zona que num passado recente era ocupado pelo Drinks. São apenas alguns exemplos do que não mudou. Infelizmente.




3 comentários:

Anónimo disse...

Ele, de forma calculista, bem tentou "fazer flores" no arranque do período pré eleitoral. Só não contou que o S. Pedro lhe baralhasse tanto as contas com o calor... E como a resiliência jardineira é coisa que não tem, foi-se à vida o (nosso) dinheiro gasto com os arremessos que teve!
A normal postura primário-infantil, como em tudo o que faz, ou tenta!...
Já vamos estando "habituados"/revoltados!...
Lol

Anónimo disse...

Este ano é um ano bastante seco e como tal não se deve desperdiçar água em futilidades como jardins da rua. Há que ter noção.

Anónimo disse...

Por isso, devem ser escolhidas espécies adequadas, e há muitas que vivem apenas com uma necessidade residual e espaçada de água.
É preciso fazer escolhas adequadas!... Mas nunca, por nunca, deixar Aveiro no estado de abandono em que tem estado neste mandato!
E este não é o único ano de seca em Aveiro, ... excepto a "seca politica", em que, por tudo o que está à vista, e não só, foi mesmo O AUGE!